Previsões aleatórias para 2018

É tradição deste blog, que chega aos 16 anos de idade (pode tirar título de Eleitor), fazer previsões para o ano que começa. É na base da análise de momento que são feitas. No fim do ano, elas são conferidas. Então, vamos a elas, sendo que depois rola um apanhado dos outros anos:

  • As eleições presidenciais terão segundo turno. E infelizmente terá casos de violência entre ou contra cabos eleitorais, podendo inclusive dar morte. O uso de fake news pelos partidos será intenso de vários lados. Congresso será ligeiramente menos conservador que o eleito em 2014 por causa da crise e das polêmicas reformas que tiram direitos dos trabalhadores.
  • As eleições no Paraná também terão segundo turno e serão tensas com briga voto a voto pela vaga no turno final.
  • O Rio Grande do Sul seguirá sem reeleger governador.
  • O Brasil tende a não sofrer nova goleada humilhante na Copa. No entanto, o título não será certeza, pois teremos França, Alemanha e Argentina como fortes concorrentes. Colômbia pode fazer novamente bom papel e o Egito pode surpreender e passar de fase. A Rússia terá dificuldades de passar de fase, se passar.
  • Tendência do campeão brasileiro ser novamente um time que já tem título.
  • Aquela que a gente nunca erra: alguém do BBB fará ensaio sensual ou nu depois do programa.

Veja os anos anteriores:

2017 Previsões Análise

Anúncios

Analisando as previsões aleatórias para 2017

É tradição do blog analisar as previsões feitas em janeiro. Então:

  • Pelo menos um participante de reality show irá fazer ensaio em trajes de recém-nascido (essa sempre acerto).

Teve sim, né?

  • Ministério que começa o ano não termina o ano sem mudanças.

Tivemos mudanças em pastas como Justiça, Cultura e Cidades.

  • A situação nas prisões, com o atual ministro da Justiça, não se pacificará por atos do ministério. A única chance real de pacificação é por meio de acordo entre facções, o que parece meio distante agora que o desentendimento acabou de começar.

Dito e feito: Alexandre de Moraes caiu para cima em março, assumindo cadeira no STF. Tempo depois, o noticiário carcerário amansou ligeiramente.

  • O governo seguirá instável.

O que segura o governo é o Gilmar Mendes e também a compra de apoios por verbas na base aliada.

  • No âmbito estadual do Paraná, uma denúncia se aprofundará e causará danos no comando, no mínimo derrubando gente próxima ao governador.

A Quadro Negro se aprofundou e o Beto Richa era investigado na Publicano no STJ por suspeita de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa 2. Gilmar Mendes suspendeu o inquérito.

  • Campeonato Brasileiro não terá campeão inédito, mas Libertadores ou Copa do Brasil poderão ter. Um time que nunca classificou para a Libertadores irá para 2018.

Realmente, Corinthians não é inédito. Nem na Libertadores, Grêmio, e na Copa do Brasil, Cruzeiro, tivemos inéditos. Os estreantes na Libertadores virão de fora: Delfín e Macará do Equador e Monagas da Venezuela.

Enquete de calhau